POSTAGENS RECENTES

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

16 AGOSTO - DIA DO FILÓSOFO





16 Agosto - Dia do Filósofo


Em todos os ramos do conhecimento a presença do filósofo pode ser sentida. Seja defendendo, seja criticando, os filósofos procuram marcar suas posições diante de toda atividade humana que envolva a reflexão. Sempre na esperança de poder encontrar algum critério ou princípio que justifique uma tomada de decisão ou uma argumentação qualquer. Da religião às artes, buscou-se, muitas vezes em vão, fornecer algum esclarecimento sobre a melhor maneira de se posicionar a respeito dos assuntos mais interessantes do ponto de vista humano.
Frequentemente, tinha-se a impressão de que um conhecimento da verdadeira atitude a ser adotada já havia sido estabelecido. Porém, no instante posterior, outro filósofo rebatia essa postulação, argumentando que um entendimento geral de tudo não seria possível e que somente uma compreensão parcial poderia ser obtida. Por causa dessas idas e vindas, o papel do filósofo na sociedade variou bastante. Ora ele vestia a toga de juiz imparcial e neutro que, de posse de uma razão absoluta, poderia determinar o princípio pelo qual todos deveriam se orientar. Ora afastava-se do convívio dos outros, uma vez que em nada poderia influir para solução dos conflitos argumentativos, sendo obrigado a suspender seu juízo sobre o mundo.
A falta de uma função específica para a filosofia, devido ao fato dela procurar discutir todos os temas relativos ao entendimento humano, tornou-a uma disciplina de difícil aceitação quanto a sua participação social. Eventualmente, a finalidade da filosofia é algo que apenas os filósofos poderiam opinar. Entretanto, dadas as exigências de justificação de todos os princípios, a solução filosófica para definir a melhor concepção de filosofia está paradoxalmente enredada numa explicação circular que os próprios filósofos rejeitam. Talvez a única alternativa para a quebra desse círculo seja deixar para a própria sociedade a definição do papel a ser exercido pelos filósofos.





Um dos maiores filósofos de todos os tempos!

Friedrich Wilhelm Nietzsche

Nasceu em Rökken, Alemanha, no dia 15 de outubro de 1844.
Logo aos 5 anos de idade perdeu o pai, por isto foi criado só pela mãe, que instruiu o filho a partir dos princípios cristãos da época.
Destinado pela família a seguir a carreira religiosa, Nietzsche cursou Teologia e Filosofia na Universidade de Bonn.
Porém ele seguiu um caminho contrário, tornando-se um crítico veemente das religiões, chegando até a se definir como ateu.
Nietzsche foi um grande pensador em relação aos comportamentos humanos. Suas idéias influenciaram os trabalhos de Karl Max e Sigmund Freud.
Suas principais obras foram: “O Anti Cristo”, “A Gaia Ciência”, “Além do Bem e do Mal” e “Assim Falava Zaratrusta”.
Sua morte se deu em 1900, após um ano de reclusão da sociedade devido a problemas mentais.







 Victor Hugo

Victor Hugo foi um escritor e político francês do século XIX.
Ele nasceu na cidade francesa Besaçon, era filho de Joseph Hugo e Sophie Trébuchet.
Suas obras mais famosas foram “Os Miserávies” e “O Corcunda de Notre Dame”.
No ano de 1819 fundou com seus irmãos a revista “Conservateur Littérarie” (Conservador Literário). Neste mesmo ano ganhou o concurso da Académie des Jeux Floraux.
Com apenas vinte anos publicou uma série de poemas, “Odes e Poesias Diversas”. Com sua peça teatral “Cromwell” conseguiu obter o posto de líder romântico da França.
Casou-se com Adéle Foucher e durante toda vida teve vários casos extraconjulgais.
Entre 1829 e 1843 teve grande sucesso. Fez “Notre Dame de Paris”, mais conhecido como “O Corcunda de Notre Dame”, que o conduziu à nomeação de membro da Academia Francesa em 1841.
Tornou-se deputado da Segunda República em 1848, porém teve de se exilar quando Luís Napoleão deu um golpe de estado, em 1851.
Hugo o criticou vigorosamente em “Historie d’un Crime”.
Durante este segundo império de Napoleão 3º, viveu exilado em Jersey, Guernsey e Bruxelas.
Após a morte de sua filha, começou a procurar conhecimentos espíritas, os quais foram relatados na obra “Les Tables Tournantes de Jersey” (As Mesas Moventes de Jersey).
A partir de 1849, Victor Hugo dedicou sua obra à política, à religião e à filosofia humana e social. Reformista, desejava mudar a sociedade, mas não mudar de sociedade. Em 1870 Hugo retornou a França e reatou sua carreira política. Foi eleito primeiro para a Assembléia Nacional, e mais tarde para o Senado. Não aderiu à Comuna de Paris mas defendeu a anistia aos seus integrantes.
De acordo com seu último desejo, foi enterrado em um caixão humilde no Panthéon, após ter ficado vários dias exposto sob o Arco do Triunfo.



E minha homenagem a um dos maiores filósofos contemporâneos!


Mario Sergio Cortella
“Sem paixão, não há Filosofia.”.


Mario Sergio Cortella nasceu com os olhos escancarados para o mundo, registrando e questionando tudo, experimentando e saboreando até mesmo o que não entendia, como o Dostoievsky descoberto aos 14 anos de idade. 
A vocação de explorador o levou para a Filosofia, área em que se tornou conhecido pelas ideias contundentes e pela transbordante paixão, combustível indispensável ao seu trabalho: “Sem paixão, não há Filosofia.”.


Existem muitos sites sobre o filósofo Mario Sergio Cortella e em pesquisa, em especial, deixo o link de uma excelente matéria, entrevista que vale a pena ser lida!

Clique Aqui

E neste link acesse o currículo do filósofo, contendo inclusive sua produção bibliográfica!



4 comentários:

  1. Mais uma vez passo aqui bons momentos! Obrigado por uma leitura bem feita, elaborada com sentimento, diria eu.
    Um bom dia a você. Abraços.
    Antônio

    ResponderExcluir
  2. Um post mt interessante e com muita informação,o
    que me agrada sempre: para aprender ou relembrar.
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mana do coração, só posso lhe agradecer sempre por não desistir de mim!!! =)
      Você já percebeu que tenho atualizado somente este blog e não tenho frequentado os amigos... Um dia voltarei certamente (espero)
      Tenha uma linda tarde de quinta-feira!
      Beijos

      Excluir

Related Posts with Thumbnails