POSTAGENS RECENTES

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

10 FEVEREIRO - DIA DO ATLETA PROFISSIONAL



Photobucket
Em 1o de fevereiro se comemora o
Dia do Atleta Profissional.



A figura do atleta surgiu já com as primeiras civilizações do Egito e Mesopotâmia. Existem fontes literárias e iconográficas descrevendo cenas atléticas que remontam a 3.000 a.C.
Os Jogos Olímpicos da Antiguidade iniciaram em 776 a.C. em Olímpia, na Grécia antiga, e duraram por mais de mil anos.
Os competidores eram atletas profissionais que chegavam à Olímpia um mês antes do início oficial dos Jogos para se submeter a um treinamento moral, físico e espiritual, sob a supervisão dos juízes.
A premiação era somente uma coroa de ramos de Oliveira. Mas era comum os campeões terem regalias como lugares nas primeiras filas dos teatros ou sua alimentação paga por toda vida.
Além de tudo, eram considerados heróis, muitos inclusive foram soldados que inspiraram a mitologia grega.



Photobucket


Em 1896, por iniciativa do Barão Pierre de Coubertin, as Olimpíadas voltaram a ser realizadas.
O primeiro país a sediar os Jogos Olímpicos da Era Moderna foi a Grécia, uma justa homenagem aos grandes inventores do espírito olímpico.
Novamente, os atletas foram as grandes estrelas do evento.
Desde então, seja em Olimpíadas, maratonas, torneios, copas e todo o tipo de competições, os atletas são a grande atração. Se tornam ídolos, modelos, exemplos a serem seguidos.
Pelos seus ideais de superação, garra e talento, inspiram pessoas em toda parte a ter uma vida saudável e praticar exercícios. Ganham, perdem, empatam, não importa. O importante mesmo é competir.

Para ser um grande atleta, além de um talento nato, a pessoa precisa de algumas condições favoráveis: boa alimentação, facilidade de deslocamento para o treino, acesso aos acessórios básicos, descanso, condições financeiras para viagens de competições, e outras, são vitais para que o esportista cresça como atleta.

No Brasil, a questão do patrocínio, muitas vezes implica no anonimato de possíveis grandes atletas. Precisam de muita ajuda para trilhar esse caminho.
A lei Agnelo-Piva, sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso em 16 de julho de 2001 (a Lei nº 10.264) estabelece que 2% da arrecadação bruta de todas as loterias federais do país sejam repassados ao Comitê Olímpico Brasileiro (85%) e ao Comitê Para-Olímpico Brasileiro (15%).
Que os valorosos atletas recebam todo incentivo e aplausos e continuem a comover multidões!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails