POSTAGENS RECENTES

sábado, 26 de fevereiro de 2011

27 FEVEREIRO - DIA NACIONAL DO LIVRO DIDÁTICO



Photobucket
Dia 27 de fevereiro é o dia nacional do livro didático.

O programa do livro didático foi criado em 1938 no governo Vargas. Até esse período (décadas de 1920 e 1930) a produção de livros didáticos no Brasil era tímida. Muitos dos livros didáticos vinham de outros países e eram traduzidos sem levar em consideração a realidade nacional.
O objetivo do livro didático é levar o conhecimento sistematizado ao aluno, organizar pedagogicamente o trabalho discente e, em muitos casos, ajudar o professor a encaminhar as aulas pelo fato de ser o único material de acesso discente.
Photobucket

Muitas vezes, o livro didático é a única forma de acesso da criança à leitura e à cultura letrada. Suas principais funções são transmitir conhecimentos, desenvolver capacidades e competências, consolidar e avaliar o conteúdo estudado. Recurso didático fundamental, sua distribuição gratuita aos estudantes da rede pública é assegurada pelo Estado.

Em 1929, foi criado o Instituto Nacional do Livro, com o objetivo de legitimar o livro didático e auxiliar no aumento de sua produção. No entanto, essa política passou por muitas mudanças até resultar na criação do Programa Nacional do Livro Didático (PNLD), em 1985.
A partir daquele ano, o professor da escola pública passou a escolher o livro mais adequado aos seus alunos e ao projeto pedagógico da escola, a partir de uma pré-seleção do MEC. A reutilização do livro e a introdução de normas de qualidade foram outros importantes avanços.
Com o amadurecimento desse processo, a produção e a distribuição de livros didáticos tornaram-se contínuas e massivas a partir de 1997.

Photobucket


Hoje, o governo federal envia livros didáticos aos alunos do ensino fundamental e tem aumentado a oferta de obras de literatura, dicionários e até mesmo de livros em braile (para os deficientes visuais) e em libras (para os deficientes auditivos).
Também tem sido crescente, nos últimos anos, a distribuição de obras didáticas aos alunos do ensino médio e aos programas de alfabetização de jovens e adultos.


Fonte: Ministério da Educação


Programa Nacional do Livro Didático - Cuidado com os livros


Vídeo sobre distribuição dos livros didáticos.
Cuidar do livro didático é compartilhar conhecimento.



Para acessar o site dos vídeos, clique AQUI



No Dia Nacional do Livro Didático
Quem comemora é o aluno,
pois


Quem lê…
… Sabe mais
…pensa melhor
…compara ideias
…prepara-se melhor
…tem o que falar
…tem o que responder
…fundamenta suas opiniões
…aumenta sua compreensão
…melhora o vocabulário
…tem mais chances
…absorve experiências
…sabe o que está acontecendo.



Photobucket


Num país de tantos contrastes como o nosso, muitas vezes o livro didático é o único livro que um aluno tem na vida. Além disso, em cada região do país ele tem usos e leituras extremamente diferenciados. Nessa discussão, há os que encontram na adoção ou na "não adoção" do livro didático a única explicação para o sucesso ou para o fracasso do processo de aprendizagem. Para esses, o livro didático passa a assumir o papel de herói ou o de vilão. Entretanto, um processo tão complexo como o das condições ideais do ensino e da aprendizagem envolve, sobretudo, questões políticas, econômicas e socioculturais de âmbito nacional. O livro didático, enfim, nem herói nem vilão, às vezes é o único material disponível para o professor e para o aluno; outras vezes, é um entre tantos outros materiais disponíveis, na escola ou fora dela, para que o aluno tenha acesso a informações e construa o seu conhecimento.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

26 FEVEREIRO - DIA DO COMEDIANTE

Dia 26 de fevereiro é o Dia do Comediante.


A Comédia é o que é engraçado, é o que faz rir, é o uso do humor nas artes cênicas (toda forma de arte que se desenvolve em um palco ou em um local de representação para um público, que pode ser até em praças e ruas).

Foram muitos os comediantes que fizeram história: Chico Anysio, Renato Aragão, Luiz Fernando Guimarães, Marisa Orth, Fernanda Torres, Jô Soares, Tom Cavalcanti, Shaolin... etc.
Atualmente os destaques são: Leandro Hassum, Marcius Melhem, Marcelo Adnet, Rafinha Bastos, Oscar Filho, Marco Luque, Luiza Perisse, Ingrid Guimarães, Danilo Gentili, Daniela Valente, entre outros.


Parabéns aos comediantes de todos os tempos!


Uma pequena homenagem ao grande Chico Anysio.



Francisco Anysio de Oliveira Paula Filho, conhecido como Chico Anysio (Maranguape, 12 de abril de 1931), é um humorista, ator, escritor, compositor e pintor brasileiro, notório por seus inúmeros quadros e programas humorísticos na Rede Globo, onde possui contrato até 2012.

Ao lado de Chacrinha, Chico é considerado um dos maiores nomes de todos os tempos da televisão brasileira.

Chico Anysio trabalhou ao lado, ou mesmo dirigindo, os maiores nomes do humor brasileiro no rádio ou na televisão, como: Paulo Gracindo, Grande Otelo, Costinha, Walter D’Ávila, Jô Soares, Renato Corte Real, Agildo Ribeiro, Ivon Curi, entre muitos outros brilhantes humoristas.


Os melhores momentos do Mestre Chico:

Bom humor
em tempos que tudo era inovador e original...



chico anysio velha puta jo soares - imperdível



Chico Anysio (1969) - Show no Roquete Pinto




Bento Carneiro, o vampiro brasileiro - Chico Anysio - Humor




Chico Anysio Show (1984)





*****




Um momento histórico numa gravação feita no Estúdio Eldorado pelo saudoso João Batista de Andrade e com apresentação impecável de Chico Anysio. O trabalho foi patrocinado pela BASF do Brasil e distribuído para clientes como brinde de final de ano em fitas cassete.

Lançado em 1985, o kit incluía também um livreto com o resumo da "ópera". O material fez parte da comemoração dos 50 anos da invenção da fita cassete.


Ouça Chico Anysio e
uma verdadeira aula de humor.




(se o player não estiver visível ou quiser baixar o arquivo, clique aqui)


Esse rico material foi criado pela empresa Reminiscências, que tem outras produções antológicas.


Veja o site oficial do comediante Chico Anysio.

E AQUI acompanhe as notícias sobre a saúde de Chico Anysio.

Que Deus o abençoe e dê mais anos de vida, Chico!
O Brasil agradece por todos os bons momentos que nos deu!
Força!



Clique nas imagens para ampliar










Reeditado em 23 de março 2012:

Com muito pesar recebemos a notícia do falecimento do grande artista Chico Anísio!
Descansa em paz! Aqui só deixou saudades e muitas risadas, eterno Chico!
Obrigada!!!





quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

24 FEVEREIRO - DIA DA PROMULGAÇÃO DA PRIMEIRA CONSTITUIÇÃO REPUBLICANA






Em dezembro de 1889, foi convocada uma comissão para elaborar um projeto de Constituição e programaram-se eleições para a Assembléia Constituinte. Os trabalhos da Constituinte tiveram início em 15 de novembro de 1890. Prudente de Morais, líder dos cafeicultores paulistas, presidiu os trabalhos.

A nova Constituição foi promulgada em 24 de fevereiro de 1891.

Estabelecia um mandato de quatro anos para o presidente da República, que seria escolhido por eleições diretas;

manteve três poderes de governo (Executivo, Legislativo e Judiciário), anulando o Poder Moderador;

deu autonomia às antigas províncias, agora denominados estados;

adotou o voto universal masculino, excluindo os analfabetos. Naquele período, a grande maioria da população era analfabeta.

A elaboração da constituição brasileira de 1891 serviu para organizar um regime livre e democrático.
Democracia é um regime de governo onde o poder de tomar importantes decisões políticas está com os cidadãos.

Democracia é o "governo do povo, pelo povo e para o povo".



O primeiro presidente foi escolhido,

excepcionalmente, pela Assembléia Constituinte.

Como candidatos apresentaram-se o Marechal Deodoro da Fonseca e Prudente de Morais. O militar saiu vitorioso e foi empossado como presidente constitucional em 25 de fevereiro de 1891. Assume a seu lado o Marechal Floriano Peixoto.


O voto passou a ser direto e universal, o regime de governo escolhido foi o presidencialismo.


Dos noventa artigos que compõem a Constituição de 1891, 74 são atribuídos a Rui Barbosa, considerado o nosso maior legislador. Seu pensamento está presente em todas as Constituições brasileiras, principalmente nos tópicos relativos à tributação.


Clique na imagem para ampliar



Leia mais AQUI

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

23 FEVEREIRO - DIA NACIONAL DO SURDO-MUDO




Hoje dia 23 de fevereiro é dia do SURDO-MUDO.


A audição é o sentido responsável pela percepção dos sons. Nos seres humanos, os receptores auditivos estão localizados no ouvido interno. A fala é a capacidade de os seres humanos emitirem sons inteligíveis, formando palavras.

O surdo-mudo é uma pessoa que tem ambas as deficiências: auditiva e da fala.
Muitas pessoas acreditam que o surdo-mudo vive isolado em função de tais limitações, mas essa crença não é verdadeira, pois ele é tão capaz de aprender quanto qualquer pessoa que não possua deficiência alguma. Os surdos-mudos podem realizar muitos tipos de atividades; basta que desenvolvam outros sentidos e que sejam estimulados. A integração dessas pessoas na sociedade é de suma importância, por isso é preciso respeitá-las e reconhecer seus direitos.

Nem todos os deficientes auditivos são mudos, visto que muitos têm voz e conseguem falar se forem estimulados por fonoaudiólogos. Quando uma criança nasce com problemas de audição, é preciso estimulá-la desde cedo para que aprenda a falar. Mesmo que essa percepção se faça tardiamente, ainda assim, as chances do aprendizado da fala são grandes.

É necessário que a população aprenda mais sobre os deficientes auditivos e de fala. Isso lhe daria a real visão da capacidade criativa e produtiva dessas pessoas, visto que deficiência física não é o mesmo que deficiência mental.

Na palavra "Efatá!" , que significa “Abre-te!” (Mc 7, 34), pronunciada por Jesus ao curar um surdo-mudo, há um grande ensinamento: é preciso que estejamos sempre abertos ao entendimento entre os seres humanos, tenham eles as limitações que tiverem, pois todos nós possuímos, de uma maneira ou de outra, algum tipo de limitação que pode e deve ser superada com esforço e boa vontade.

Em suma, os surdos são pessoas que têm os mesmos direitos, os mesmos sentimentos, os mesmos receios, os mesmos sonhos, assim como todos. Se ocorrer alguma situação embaraçosa, uma boa dose de delicadeza, sinceridade e bom humor nunca falham.”


Algumas dicas importantes:

*Não é correto dizer que alguém é surdo-mudo. Muitas pessoas surdas não falam porque não aprenderam a falar. Muitas fazem a leitura labial, e podem fazer muitos sons com a garganta, ao rir, e mesmo ao gestualizar. Além disso, sua comunicação envolve todo o seu espaço, através da expressão facial-corporal, ou seja, o uso da face, mãos, e braços, visto que, a forma de expressão visual-espacial é sobretudo, importante em sua língua natural.

*Falar de maneira clara, pronunciando bem as palavras, sem exageros, usando a velocidade normal, a não ser que ela peça para falar mais devagar.

*Usar um tom normal de voz, a não ser que peçam para falar mais alto. Gritar nunca adianta.

*Falar diretamente com a pessoa, não de lado ou atrás dela.

*Fazer com que a boca esteja bem visível. Gesticular ou segurar algo em frente à boca torna impossível a leitura labial. Usar bigode também atrapalha.

*Quando falar com uma pessoa surda, tentar ficar num lugar iluminado. Evitar ficar contra a luz (de uma janela, por exemplo), pois isso dificulta a visão do rosto.

*Se souber alguma língua de sinais, tentar usá-la. Se a pessoa surda tiver dificuldade em entender, avisará. De modo geral, as tentativas são apreciadas e estimuladas.

*Ser expressivo ao falar. Como as pessoas surdas não podem ouvir mudanças sutis de tom de voz, que indicam sentimentos de alegria, tristeza, sarcasmo ou seriedade, as expressões faciais, os gestos ou sinais e o movimento do corpo são excelentes indicações do que se quer dizer.

*A conversar, manter sempre contato visual, se desviar o olhar, a pessoa surda pode achar que a conversa terminou.

*Nem sempre a pessoa surda tem uma boa dicção. Se houver dificuldade em compreender o que ela diz, pedir para que repita. Geralmente, os surdos não se incomodam de repetir quantas vezes for preciso para que sejam entendidas.

*Se for necessário, comunicar-se através de bilhetes. O importante é se comunicar. O método não é tão importante.

*Quando o surdo estiver acompanhado de um intérprete, dirigir-se a ele, não ao intérprete.

*Alguns preferem a comunicação escrita, alguns usam linguagem em código e outros preferem códigos próprios. Estes métodos podem ser lentos, requerem paciência e concentração.



Photobucket


Outra data:


A Comunidade Surda Brasileira comemora em 26 de setembro, o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas as lutas históricas por melhores condições de vida, trabalho, educação, saúde, dignidade e cidadania.

A Federação Mundial dos Surdos já celebra internacionalmente, o Dia do Surdo, a cada 30 de setembro.


No Brasil, o dia 26 de setembro é celebrado devido ao fato desta data lembrar a inauguração da primeira escola para Surdos no país em 1857, com o nome de Instituto Nacional de Surdos Mudos do Rio de Janeiro, atual INES-Instituto Nacional de Educação de Surdos.



Leia mais AQUI

23 FEVEREIRO - DIA NACIONAL DO ROTARY



Em 23 de fevereiro de 2011, o Rotary International
completa 106 de existência.

Mais de um século de boas obras fizeram do Rotary
o primeiro clube de serviços do mundo e
o único a possuir uma cadeira na ONU.


O ROTARY é a maior ONG (Organização Não Governamental) do mundo, e se identifica sempre por uma marca, logotipo, que é uma Roda Dentada. Os rotarianos a usam em forma de um pequeno distintivo, como forma de se identificarem. Sua força foi capaz de criar a Organização das Nações Unidas (ONU), na qual se mantém participante até os dias atuais, despertando solidariedade e consciência.

O trabalho do Rotary há muito tempo já disseminou sementes em terras brasileiras. Porém, nem todos que participam das campanhas de seus clubes ou ouvem falar sobre seus projetos, sabem realmente sua importância e rica história, ilustrada por momentos de união entre pessoas dispostas a ajudar.

A frase
“Dar de si mesmo antes de pensar em si”, que inspira os rotarianos do mundo todo, define qual deve ser o primeiro passo de aproximadamente 1,2 milhão de pessoas associadas ao Rotary Internacional em mais de 200 países: compreender a necessidade de partilhar seus recursos para realizar boas ações, como base de todo empreendimento digno, promovendo e apoiando:

O desenvolvimento do companheirismo como elemento capaz de proporcionar a oportunidade de servir;


O reconhecimento do mérito de toda atividade útil e a difusão das normas de ética profissional;

A melhoria da comunidade mediante a conduta exemplar de cada um na sua vida pública e privada;

A aproximação dos profissionais de todo o mundo, visando à consolidação das boas relações, da cooperação e da paz entre as nações.

História


O Rotary foi fundado em 23/02/1905, na cidade de Chicago (EUA), pelo advogado Paul Percy Harris e mais três amigos, Sylvester Schiele, Hiram Shorey e Gustavus Loehr, com o objetivo de reunir comerciantes, profissionais liberais e outros homens de negócio em um clube onde os relacionamentos profissionais pudessem ser transformados em amizades pessoais. O nome Rotary, que em inglês significa "em rodízio", surgiu pelo fato de que, no início, as reuniões eram realizadas no local de trabalho de um associado diferente a cada semana. Mais pessoas foram convidadas a se juntarem ao grupo, à medida que o clube se tornou mais conhecido. O sucesso da iniciativa foi tão grande, que logo o Rotary se espalhou por diversos lugares nos Estados Unidos e, mais tarde, em outros países.



Missão

A Missão do Rotary International, uma associação internacional de Rotary Clubes, é servir ao próximo, difundir altos padrões éticos e promover a boa vontade, paz e compreensão mundial por meio da consolidação de boas relações entre líderes profissionais, empresariais e comunitários.

Ações humanitárias

O Rotary é ao mesmo tempo uma organização internacional voltada para compreensão e concórdia universal, um movimento de estímulo a uma ação profissional e comunitária ética e responsável. Os associados desenvolvem projetos comunitários, que visam tratar de assuntos atuais e de extrema importância, entre eles crianças em situação de risco, pobreza e fome, preservação do meio ambiente, analfabetismo e violência. Além disso, eles apoiam iniciativas pró-juventude, promovem o desenvolvimento profissional e patrocinam oportunidades educacionais e intercâmbio para estudantes, professores e outros profissionais.

Estrutura Rotariana

O Rotary funciona em três níveis distintos, interligados e igualmente importantes: clube, distrito e RI. No clube realizam-se atividades familiares, planejamento e arrecadação de fundos e implantação de projetos sociais na cidade.

Os clubes são reunidos em distritos, distribuídos geograficamente de modo a reunir cerca de mil rotarianos cada. No Brasil há 38 distritos. Eles são administrados por um governador com mandato de doze meses cada. A função dele é estimular a convivência e o trabalho dos clubes, para isso, encontros anuais acontecem visando o treinamento, reciclagem de informações e congraçamento social.

Já o Rotary International administra mais de 500 distritos rotários espalhados pelo mundo. O RI é responsável pelos mecanismos que permitem, entre outras atividades, o combate à poliomielite e os programas de intercâmbio de estudantes.

O Dia Nacional do Rotary foi instituído no Brasil pela lei nº. 6.843, de 3/11/1980.




Conheça mais AQUI

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

22 FEVEREIRO - DIA NACIONAL DA CRIAÇÃO DO IBAMA





O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) foi criado em 22 de fevereiro de 1989, pela Lei nº 7.735. A formação do Ibama deu-se pela fusão de quatro entidades que trabalhavam na área ambiental: Secretaria do Meio Ambiente, Superintendência da Borracha, Superintendência da Pesca e o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal.

A partir de 1990, o Ibama vinculou-se à Secretaria do Meio Ambiente da Presidência da República, com a missão de ser um órgão gerenciador da questão ambiental, responsável por formular, coordenar e executar a Política Nacional do Meio Ambiente, além de cuidar da preservação, fiscalização, controle e fomento dos recursos naturais renováveis.
O Ibama tornou-se, em 1992, um órgão do Ministério do Meio Ambiente, criado em 16 de outubro daquele ano.

Até a década de 1950, não havia no Brasil uma grande preocupação com as questões ambientais. As normas existentes até então limitavam-se aos aspectos relacionados à solução de problemas provocados por secas e enchentes e ao saneamento, à conservação e preservação do patrimônio natural, histórico e artístico.


O agravamento das dificuldades na área ambiental marcou a década de 1970, o que levou o poder público a ter uma visão mais consciente sobre a questão do meio ambiente.


Foi, contudo, com a Constituição de 1988 que o Brasil deu um importante passo para a formulação de sua política ambiental. Pela primeira vez na história de uma nação, uma Constituição dedicou um capítulo inteiro ao meio ambiente, dividindo entre o governo e a sociedade a responsabilidade pela sua preservação. Isso acelerou a criação do Ibama, um ano depois.

Fonte consultada: IBAMA


Para uma consciência e atitude cidadã corretas:



Clique na imagem para ampliar


O Ibama, como organismo integrante do Sistema Nacional do Meio Ambiente-Sisnama, é o Órgão executor das políticas de meio ambiente e visa garantir que as ações públicas e privadas que interfiram na qualidade dos recursos ambientais sejam acompanhadas e mantidas num padrão de qualidade que garanta o equilíbrio ambiental. Assim, o papel da Ouvidoria só será bem desenvolvido na medida em que este setor tornar-se uma representação da Sociedade na defesa dos direitos individuais e coletivos que possam vir a ser afrontados pela própria organização.


Como o cidadão deve proceder na hora de fazer denúncia via IBAMA?

É importante que o denunciante apresente dados claros e precisos acerca do tipo de ocorrência;
É indispensável que conste o nome da rua, número, município, Estado e algum ponto de referência e se possível, indique o nome ou apelido do responsável;
A deficiência de dados, muitas vezes, impossibilita o próprio atendimento.

Em caso de dúvida, favor ligar para o 0800-61-8080, onde a atendente informará quais são os dados necessários para a realização da ocorrência. Tal procedimento visa ocasionar um atendimento mais rápido e eficaz. As informações são sigilosas. Em hipótese alguma, o nome do denunciante é divulgado. Isso permite que a pessoa possa identificar-se no momento da denúncia. Porém, se preferir, o denunciante poderá manter o anonimato.
E-mail: linhaverde.sede@ibama.gov.br Fax: (61) 3321-7713


Caso seja uma denúncia sobre tráfico ilegal de animais silvestres você pode recorrer diretamente ao Renctas. Fundada em 1999, a Renctas é uma organização não-governamental, sem fins lucrativos, que combate o tráfico de animais silvestres. Baseada em Brasília-DF, desenvolve suas ações em todo o Brasil, por meio de parcerias com a iniciativa privada, o poder público e o terceiro setor.

Para entrar em contato com o Renctas o telefone é (61) 3368-8970.

RENCTAS: O TRÁFICO DE ANIMAIS SILVESTRES




Todos os estados possuem órgãos próprios de monitoramento e fiscalização do meio ambiente. Descaso ambiental é crime:





ACRE
PMAC - COMPANHIA DE POLICIAMENTO AMBIENTAL - CPAmb
Telefone: (068) 3227-5095
E-mail: pelflo.pmac@ac.gov.br / coi.pmac@ac.gov.br / edenersilva@yahoo.com.br

AMAPÁ
PMAP - BATALHÃO AMBIENTAL DA POLÍCIA MILITAR
TelefoneS: (096) 3283-4451 / 3282-1091 / (096) 9114-9336
E-mail: batalhaoambiental.pmap@yahoo.com.br / 3bpm@pm.ap.gov.br

AMAZONAS
PMAM - BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL DO AMAZONAS
Telefone: (92) 3214-9400 / 3214-9402/ 3214-9405 /3214-9425 / 3214-9428
E-mail: policiamilitaram@gmail.com

PARÁ
PMPA – BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefones: (91) 3276-5230 / 3276-0555 - Fax: (91)3276-5230
E-mail: bpambiental@pm.pa.gov.br

RORAIMA

RONDÔNIA
PMRO - BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefone: (069) 3230-1088 / 1777 - Fax: (069) 9982-6152
E-mail: bpmamb@pm.ro.gov.br

TOCANTINS
CIA. AMBIENTAL DE POLÍCIA MILILITAR AMBIENTAL DO TOCANTINS (CIPAMA)
Telefone: (63) 3218-2731 / 9973-6147 Fax: (63) 3218-2761
E-mail: cipama@pm.to.gov.br / rajones@hotmail.com

ALAGOAS
PMAL - BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefones: (082) 8833-8945 / 8833-5879 / (82) 3315-4325 / 3332-1201
E-mail: bpa@pm.al.gov.br / aureliopmal@hotmail.com

BAHIA
PMBA - CIA DE POLÍCIA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL – COPPA
Tefones: (071) 3116-9151 / 3116-9150 - Fax: (071) 3116-9151
E-mail: coppa@pmba.ba.gov.br

CEARÁ
PMCE - CIA DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
E-mail: cpma@pm.pe.gov.br

MARANHÃO
PMMA - BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
Telefone: (098) 3249-9154 - Fax: (098) 3249-9154
E-mail: bpapm@sesec.ma.gov.br / ten.holanda@yahoo.com.br

PARAÍBA
PMPB - CIA DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefones: (083) 3218-7246 | 3218-7222
E-mail: cia24bpm5@pm.pb.gov.br

PERNAMBUCO
PMPE - 1ª CIA INDEPENDENTE DE POLICIAMENTO DO MEIO AMBIENTE
Telefone: (081)9488-5862 (COMT) - (081) 3181-1701 / 3181-1703 / 3181-1700
E-mail: cipomacpe@yahoo.com.br

PIAUÍ
PMPI - BATALHÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefone: (086) 3225-2748 / (086) 9929-3407
E-mail: cipama@pm.pi.gov.br / Maj. Soares

RIO GRANDE DO NORTE
CIPAM (Companhia Independente de Proteção Ambiental)
CEP: 59015-350
Telefone: (084) 3232-7549 / (084) 88724871
E-mails: Maj. Correa Lima | Cap. Walter Monteiro

SERGIPE
PMSE - PELOTÃO DE POLÍCIA AMBIENTAL
Telefone: (079) 3248-8306 / (079) 8816-7241
E-mail: ppamb@pm.se.gov.br / est.mao@gmail.com

PARANÁ
PMPR - BATALHÃO DE AMBIENTAL FORÇA VERDE
Telefone: (41) 3299-1350 Fax: (41) 3299-1353
E-mail: forcaverde@gmail.com

RIO GRANDE DO SUL
PMRS – COMANDO AMBIENTAL DA BRIGADA MILITAR
Telefone: (051) 3339-4568 - Fax: (051) 3339-4219
E-mail: cabm@brigadamilitar.rs.gov.br

SANTA CATARINA
PMSC - BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
Telefone: (48) 3348-0336 /3240-1270| Fax: (48) 3348 0336
E-mails: pmacmt@pm.sc.gov.br | pmap4ch@pm.sc.gov.br

DISTRITO FEDERAL
PMDF - Batalhão de Policia Militar Ambiental (BPMA)
Telefone: local: 190 / Sala de operações: (61)3301-8140 / fax: (61)3301-3663
E-mail: alves@pmdf.df.gov.br / majoralves@yahoo.com.br

GOIÁS
PMGO - BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
Telefone: (062) 3503-1419 / 0800-622121 / (062) 9974-9751- Fax: (062) 3503-1419
E-mail: bpmambiental-sop@pm.go.gov.br / bpmambiental-sad@pm.go.gov.br
batalhaoambiental.pm.go.gov.br

MATO GROSSO
PMMT - COMPANHIA AMBIENTAL (Cáceres)
Telefone: (065) 3223-3542
E-mail: pmambientalcr6@gmail.com

MATO GROSSO DO SUL
PMMS - POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
Telefone: (067) 3314-4925/4926/4920 - Fax: (67) 3414-4931
E-mail: batalhaoambiental@hotmail.com / 15bpma@pm.ms.gov.br

ESPÍRITO SANTO
PMES - BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL
Telefone/fax: (027) 3337-2847 / 3238-1385
E-mail: cmt.bpma@pm.es.gov.br

MINAS GERAIS
PMMG – CIA DE POLÍCIA MILITAR DE MEIO AMBIENTE
Telefone: (031) 2123-1600 /2123-1601/ 2123-1605 - Fax: (031) 2123-1615
E-mail: 7ciameioambiente@gmail.com

RIO DE JANEIRO
PMERJ - BATALHÃO DE POLICIA FLORESTAL E DE MEIO AMBIENTE
Telefone: (021) 2701-9488 / 27010798 /Fax: 27010832/ 2701-6833
E-mail: bpfma2@ig.com.br

SÃO PAULO
PMSP - COMANDO DE POLICIAMENTO AMBIENTAL
Telefone: (011) 5082-3330 / 5008-2396 / 2397-2374
E-mail: cpamb@polmil.sp.gov.br

Outros órgãos importantes na defesa do meio ambiente:
MMA - Ministério Meio Ambiente, dos Recursos Hídricos e da Amazônia Legal

Conselho Nacional de Recursos Hídricos
Tel.: (61) 2028-2075/2076
E-mail: sec.executiva@cnrh-srh.gov.br

Agência Nacional de Águas (ANA)
Tel: (61) 2109-5400/2109-5252
Disque Saúde: 0800 611997


Uma iniciativa exemplar já implantada no Brasil:




Goiânia criou uma comunicação com os cidadãos preocupados com a natureza que deve servir de exemplo para outras cidades no Brasil. A Prefeitura, através da AMMA, criou o Telefone Verde, com central de atendimento informatizada e equipes de fiscalização. É o único serviço ambiental do País com funcionamento 24 horas de plantão, sete dias por semana. Ligando para o número 161, você pede informações, solicita serviços ou faz denúncias sobre qualquer questão ambiental de responsabilidade da Agência Municipal do Meio Ambiente (AMMA), em todo o município de Goiânia.


Fontes: PM Ambiental; IBAMA; Folha Online


Agora você já sabe a quem recorrer quando precisar denunciar maus tratos com o meio ambiente.


domingo, 20 de fevereiro de 2011

21 FEVEREIRO - DIA INTERNACIONAL DA LÍNGUA MATERNA





 photo selo_dia21fev_internac_lingua_materna-1.gif


Celebra-se a 21 de Fevereiro o Dia Internacional da Língua Materna.

Proclamado pela Conferência Geral da UNESCO em Novembro de 1999, desde Fevereiro de 2000 que se comemora este Dia Internacional, com o objetivo de promover a diversidade linguística e cultural e o plurilinguismo.

Photobucket

Este ano, a UNESCO organiza na sua sede em Paris uma conferência internacional, tendo por tema as línguas e o ciberespaço.
Destaque para o enorme potencial das novas tecnologias de comunicação e informática, para a salvaguarda, a documentação e a promoção do uso das línguas maternas.


Clique e leia a Mensagem da Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Internacional da Língua Materna

Photobucket



Languages Matter!






Estimam-se em quase 6000 as línguas faladas no mundo, mas cerca de metade está à beira da extinção. Neste contexto, a UNESCO propõe que a Internet contribua para a recuperação das línguas ameaçadas. Assinale-se que o português não faz parte deste conjunto, dado que se crê ocupar a 6.ª posição na lista dos idiomas mais falados no mundo.


Falar é uma das faculdades mais importantes do ser humano, pois o diferencia dos animais irracionais.


A língua é um sistema gramatical pertencente a um grupo de indivíduos que permite expressar a consciência dessa coletividade; a linguagem é o sistema de sinais que serve de meio de comunicação entre as pessoas. A língua materna, portanto, expressa a cultura, a alma de um povo.


Língua Materna:

Como antigamente cabia, quase exclusivamente, às mães educar os filhos, chama-se por isso língua materna à primeira língua que as crianças aprendem desde o berço, que falam em casa e que dominam com facilidade a partir dos seis anos.


Línguas faladas nos Continentes

A Europa é um continente onde se falam muitas línguas. A União Europeia tem 23 línguas oficiais, número que tende a aumentar à medida que vão aderindo novos países.
Além disso, a Europa tem mais de 60 comunidades indígenas que falam línguas regionais e minoritárias, algumas das quais têm um estatuto oficial. São exemplo disso o lapão no norte da Europa, o sorábio a oriente, o sardo no sul e o basco a ocidente.

O processo de evolução linguística na Europa continua com muitas outras línguas trazidas pelas comunidades de imigrantes. Em cidades multiculturais como Londres, Paris, Bruxelas ou Berlim, falam-se hoje centenas de línguas.


Em África, das 1,4 mil línguas faladas, cerca de 550 estão em risco de extinção.

Leia sobre as línguas da Ásia, neste interessante site.


Leia as línguas da América

Leia as línguas da Oceânia



Photobucket


A língua portuguesa espalhou-se pelo mundo todo como resultado das conquistas territoriais efetuadas pelos navegadores portugueses. Nos séculos XV e XVI, Portugal possuía colônias na África, em ilhas da China e na América do Sul, ou seja, em terras brasileiras. Com a expansão marítima de Portugal, único país de língua portuguesa da Europa, o português tornou-se a língua oficial de suas novas possessões e passou a ser ensinado nas escolas e falado nos lares, sobretudo no Brasil. Nas outras colônias as populações continuaram utilizando dialetos bem diferentes.



Photobucket


O português ocupa a 6ª posição entre as dez línguas mais faladas do mundo; calcula-se que seja falado por cerca de 230 milhões de pessoas.


Photobucket



É fato comprovado que uma língua se nutre de outras, pois as palavras que atravessam fronteiras provêm, em geral, de uma cultura dominante. A riqueza do português falado no Brasil se deve ao fato de ter incorporado vários termos estrangeiros e de ter recebido a influência de outros idiomas. O Nordeste sofreu a invasão dos holandeses e dos franceses e incorporou expressões desses povos. As regiões Sul e Sudeste acolheram imigrantes italianos e alemães, e isso se reflete no modo sulista de falar. Há ainda a influência de línguas indígenas e africanas.

Um idioma desaparece quando a sociedade que o fala se extingue. Foi o que aconteceu com o idioma de certas tribos indígenas brasileiras. O latim é um caso diferente. Atualmente, nenhuma sociedade se expressa em latim, que, apesar disso, continua sendo usado, de certa maneira, pelos povos que falam as chamadas "línguas latinas ou românicas": português, espanhol, francês, italiano, romeno etc. As línguas estão em constantes transformações que espelham a evolução da história, haja vista o português do século XII, que era diferente do atual; o do futuro também será diferente.


Photobucket



Leia o interessante Artigo "Países lusófonos buscam formas de internacionalizar a língua portuguesa".

Alguns países têm se esforçado para manter o purismo de seu idioma. A França tem resistido aos estrangeirismos e conseguiu substituir com sucesso alguns termos técnicos na área de informática. O Brasil - único país de língua portuguesa no continente americano -, para proteger sua língua da influência estrangeira, teria de se unificar com os outros países de idioma português. Isso é quase impossível, pois, mesmo dentro do território brasileiro, não só a língua falada como também a escrita são diferenciadas pelos regionalismos.

Segundo o guia interativo de línguas em risco de extinção, lançado pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, UNESCO, dos 6 mil idiomas existentes no mundo 200 já foram extintos nas últimas três gerações... Índia, EUA, Brasil, Indonésia e México são os países com maior diversidade linguística e com mais idiomas em risco de extinção.

A pressão exercida pelas línguas dominantes e a repressão política são as principais responsáveis pelo extermínio de várias línguas no mundo. Isto causa sérios danos à riqueza linguística mundial. O desaparecimento de uma língua acarreta a perda definitiva de uma parte insubstituível do conhecimento humano. Quando uma língua morre, leva consigo a cultura do povo que praticava o idioma.

Os idiomas francês, inglês, espanhol, russo e chinês sufocaram as línguas minoritárias nos seus países. A principal causa deve-se à globalização, que indiretamente padroniza o idioma de cada nação.





Há um discurso que no Brasil fala-se somente a língua materna o português brasileiro, ledo engano pensar assim, pois há uma diversidade de idiomas. Infelizmente, nós brasileiros, desconhecemos esta realidade. Mas não estamos falando de empréstimos linguísticos, ou de influência de outros idiomas. Estamos falando na verdade, das aproximadamente 180 línguas indígenas. Quando falamos de línguas indígenas, a primeira coisa que se pensa é que todos os povos falam Tupi. Isto não está correto. O Tupi é um tronco linguístico e não uma língua. Esta confusão acontece porque muitas palavras do vocabulário brasileiro têm origem nas línguas da família Tupi-Guarani.

Leia mais sobre esse assunto: Línguas no Brasil - Troncos e Famílias



Photobucket



Língua Portuguesa


Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela...

Amo-te assim, desconhecida e obscura.
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela,
E o arrolo da saudade e da ternura!

Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,

em que da voz materna ouvi: "meu filho!",
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem brilho!


© Olavo Bilac



Leia mais sobre o autor AQUI


sábado, 19 de fevereiro de 2011

19 FEVEREIRO - DIA DO ESPORTE E DO ESPORTISTA



Photobucket


Você sabia que o dia 19 de fevereiro é dedicado
ao esporte e ao esportista?

E que em 10 de fevereiro comemora-se o
dia do atleta profissional?

A prática do esporte,
além de fazer muito bem para a saúde,

também é um instrumento social muito poderoso,
uma vez que ajuda a tirar das ruas crianças,
que podem ser vítimas das drogas e da violência.





Existem várias modalidades esportivas na atualidade. Dentre as mais populares no Brasil estão
o futebol, o atletismo, a natação,
o basquete e o vôlei.


Photobucket

Não há idade ou limitação física que impeça as pessoas de praticarem qualquer tipo de esporte. Exemplos disso são os jogos paraolímpicos, disputados por deficientes físicos, ou os torneios que envolvem pessoas da terceira idade. O que se exige apenas é o respeito às regras que cada modalidade possui e vontade real de ser um esportista.

A prática de esportes aumenta a capacidade mental e dá agilidade aos reflexos. Ajuda na diminuição do mau colesterol e evita problemas cardíacos. O esporte combate a depressão, reduz o risco de doenças crônicas, retarda o processo de envelhecimento, é bom para os ossos, evita insônia, alivia o estresse e o abatimento físico.

Na área social, o esporte mobiliza as comunidades (principalmente as mais carentes) e permite que muitos jovens se transformem em atletas profissionais, defendendo suas modalidades em competições no país e no exterior.

Photobucket


A importância do esporte na sua saúde



Por causa do seu estilo de vida moderno, o ser humano tem se tornando cada vez mais sedentário, ou seja, não se movimenta muito, anda ou se exercita pouco. A situação se torna pior devido à má alimentação, à obesidade, ao consumo de cigarros e de bebidas alcoólicas e ao estresse do dia-a-dia. O resultado de tudo isso são as doenças.
Além de ter uma vida mais saudável, o esporte gera outros benefícios, como:

Auto-estima: a prática regular de exercícios aumenta a confiança do indivíduo. Ele passa a se sentir bem fisicamente e mais motivado para o dia-a-dia.

Capacidade mental: pessoas ativas têm reflexos físicos e mentais mais rápidos, além de maior nível de concentração e memória mais apurada.

Colesterol: exercícios intensos e regulares aumentam os níveis de HDL (conhecido por “bom colesterol”) no sangue, o que ajuda na redução dos riscos de doenças cardíacas.

Depressão: segundo pesquisas, pessoas com depressão, que praticam exercícios de 15 a 30 minutos em dias alternados, experimentam uma variação positiva do humor já após a terceira semana de atividade.

Doenças crônicas: os sedentários têm duas vezes mais chances de desenvolver doenças cardíacas. A atividade física constante regula a taxa de açúcar no sangue e reduz o risco de diabetes.

Envelhecimento: além de fortalecer os músculos e o coração, os exercícios podem ajudar a manter a independência física e a habilidade para o trabalho, retardando o processo de envelhecimento.

Ossos: usar acessórios durante os exercícios regulares, como pesos, por exemplo, ajuda na construção e manutenção da massa óssea.

Sono: quem se exercita “pega” no sono com mais facilidade, dorme profundamente e acorda restabelecido, pronto para a correria do dia.

Estresse e ansiedade: a atividade física libera os hormônios acumulados durante os momentos de estresse e funciona como uma espécie de tranquilizante natural. Após realizar o exercício, a pessoa experimenta uma sensação de serenidade.


DICAS IMPORTANTES

• É fundamental procurar um médico e fazer uma avaliação física para prevenção de riscos à sua saúde. Essa avaliação verifica a força muscular, a flexibilidade nas articulações, a composição corporal (percentual de gordura e peso corporal) e a capacidade funcional cárdio-respiratória (funcionamento dos pulmões e coração).

• Tenha bons hábitos alimentares. Faça as refeições corretamente, de forma moderada, diariamente. Elimine ou evite alimentos que só contribuem com calorias e que não têm valor nutritivo. Evite ou reduza o consumo de chá, café e álcool, pois eles podem causar uma diminuição da eficiência muscular. Prefira água e sucos naturais em vez de refrigerantes. Evite alimentos gordurosos, pois além de prejudicar o processo digestivo, aumentam o colesterol e o percentual de gordura no organismo.

• Use a roupa correta durante a atividade física. Não use peças de tecidos sintéticos que dificultam a troca de temperatura entre o corpo e o meio ambiente. Prefira roupas claras, leves e que mantenham a maior parte do corpo em contato com o ar, facilitando a evaporação do suor. Use tênis apropriado para a modalidade física escolhida.

• Não esqueça que, antes da atividade física, é preciso fazer alongamento e aquecimento. Essas ações preparam o corpo para a atividade a ser realizada, evitando riscos aos músculos, tendões e articulações. Devem ser realizados antes e após os treinos e devem durar, no mínimo, 5 minutos.


Photobucket
Related Posts with Thumbnails